quarta-feira, 14 de junho de 2017

CUFA & EMTROSA

A CUFA Laguna SC foi convidada a participar da reunião do Escritório Modelo Troca de Saberes (EMTROSA) formado por alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UDESC, para estudo da área em frente ao Ginásio de Esportes Bertholdo Werner, a fim de viabilizar a adequação da Pista de Skate no local sem prejuízos ambientais, proporcionando uma área de esporte e lazer com inclusão de um espaço para Basquete de Rua com tabela e meia quadra com pintura além de um palco para apresentações artísticas, revitalizando o espaço, fomentando a prática esportiva e cultural para a juventude da cidade.


terça-feira, 30 de maio de 2017

Fomentando a prática do Skate

Nesta tarde, (30/05) se reuniram na Udesc 
o Diretor Geral Carlos André da V. L. Rosa;  a Diretora de Extensão Renata Rogowski; 
o Coordenador Geral da CUFA Laguna SC Vinicius Billy; o Coordenador de Comunicação da CUFA Laguna SC e Presidente do Conselho Municipal de Juventude (COMJUV) Rodrigo Lauffer; o vereador Peterson Crippa (Preto); e  o  Assessor Legislativo Rômulo Camilo.
Em pauta, uma das principais demandas da Juventude no município, em discussão com o Poder Público desde 2008, a execução de uma Pista de Skate Profissional, da modalidade Street, com 200 m², elaborada pela Empresa especializada, FlyRamp; o projeto foi adquirido no ano de 2014.
O local almejado para implantação do mesmo, por facilitar o acesso da Juventude de diversas comunidades é a área em frente ao Ginásio Bertholdo Werner; que trará revitalização do espaço e adequação da pista ali existente (já construída e reformada há muitos anos, ainda assim, imprópria para prática do esporte).
O projeto visa fomentar a prática esportiva, contribuindo para combater a ociosidade.
O Skate, passa a ser um dos Esportes Olímpicos já confirmado para próxima edição em Tóquio, 2020.
Os Diretores da Udesc se mostraram entusiasmados, dispostos a colaborar com o Projeto, cedendo a área para receber o equipamento esportivo. 

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Dialogando em Imbituba


Hoje (13/04) A CUFA Laguna SC representada por seu Coordenador Geral Vinícius Billy esteve em reunião na cidade de Imbituba com o Secretário de Educação, Cultura e Esporte do município Felipe Dias Antônio, seu Assessor José G.(Zinho Beats), na pauta políticas públicas para juventude nas áreas culturais, esportivas, educacionais, sociais, cidadania, empreendedorismo, empoderamento, em breve teremos desdobramentos.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Matéria sobre a CUFA Laguna no jornal Notisul

Grupo usa arte para promover inclusão

Em Laguna há dez anos, Cufa atua em áreas pobres da cidade
Willian Reis
Laguna
Em um país como o nosso, que ainda não conseguiu resolver seus problemas de desigualdade econômica, a cultura pode ser uma porta aberta para a inclusão social. Foi assim que há quase dez anos nasceu em Laguna uma base da Central Única das Favelas (Cufa), para, por meio das expressões artísticas, dar voz às comunidades mais pobres da cidade.
Sua melhor forma de expressão é o Hip Hop, mas o grupo atua em outros campos, como a educação e os esportes. Sem sede própria por falta de recursos financeiros para custear o aluguel e dispondo do apoio de dez voluntários, a Cufa se dedica a vários projetos, nos mais diversos locais. “Já desenvolvemos em praça pública, na rua, em escolas, presídios, Centro de Referência de Assistência Social, centro comunitário, entre outros”, comenta Vinícius Billy.
Por trás disso tudo, está o intuito de valorizar as comunidades e os seus moradores. Billy conta que a Cufa funciona como uma central de oportunidades e um polo de produção cultural.

O alvo principal da Cufa, tanto em Laguna quanto em qualquer outra parte do país, são os jovens moradores de áreas em desvantagens econômicas e sociais. Em quase uma década de atuação, o grupo fez parte de alguns conselhos voltados para a defesa dos direitos da juventude e segue em busca de parceiras com o poder público e a iniciativa privada para tocar seus projetos. Mas ainda assim a ajuda não chega na forma como o grupo precisaria. “O apoio está muito longe do ideal, e não me refiro apenas a apoio financeiro”, reclama Billy.
Mesmo situada em Laguna, a base local da Cufa já ampliou seus limites e desenvolveu ações em outros municípios vizinhos, como Tubarão, Imbituba, Garopaba, Imaruí, Pescaria Brava, Capivari de Baixo e Jaguaruna. A ideia do grupo é seguir na busca por parcerias para dar continuidade a ações e projetos, e se possível expandi-los ao maior número possível de jovens e favelas.
Cufa teve início há 20 anos, no Rio de Janeiro
Em Laguna, a Cufa surgiu após convite da coordenação estadual, que queria expandi-la para além da Grande Florianópolis. Espalhada em todos os estados do Brasil e em mais de 16 países, a Cufa nasceu no Rio de Janeiro, em 1997, a partir da reunião de jovens moradores de favelas, muitos deles ligados ao movimento do Hip Hop.
Algumas ações feitas pela Cufa
• Trilhando Cores: humanização e revitalização de espaços públicos por meio da arte do grafite, um dos elementos do Hip Hop.
• O Cinema na Tela da Favela: amostra audiovisual seguida de debate.
•Imagem Através das Lentes: oficinas audiovisuais sobre direção, roteiro, edição etc.
•Mundo da Noia: documentário produzido em Laguna sobre o consumo de crack na cidade, com depoimentos, entre outros, de dependentes químicos e mães que tiveram filhos assassinados por causa da droga.
•Crack Tire Essa Pedra do Caminho: ação para enfrentar o consumo da droga.



segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Hip Hop Pela Paz com Thiagão

No ultimo sábado (11/02) ocorreu o evento sócio cultural Hip Hop Pela Paz em frente ao ginásio da Udesc, evento gratuito, realizado pela CUFA Laguna com o foco a difusão da cultura Hip Hop para estimular o jovem se inserir e ocupar espaços públicos com arte e música, a intenção de buscar a transformação social e tratar de temas diversos, junto às comunidades periféricas, onde se encontram jovens em situação de vulnerabilidade social, político, cultural, expostos à invisibilidade e a violência, buscando valorizar a autoestima, tendo como protagonistas os próprios jovens dessas comunidades.
Contamos com o show nacional do Rapper Thiagão, que emocionou o público presente, em 2012, o rapper saiu do grupo “Thiagão e os Kamikazes do Gueto” após se converter e trilhar o caminho do Rap gospel com admiradores por todo o Brasil, também tivemos apresentações de Zinho Beats, Tom Calvário, PNM, demonstrando o alto nível do Rap em Santa Catarina.
Além da já tradicional Batalha Garibaldi, tendo a final entre Terrorista (1°) x Kauê (2°), além de um Best Trick de Skate que terminou com 1° Jhonatan, 2° Braian e 3° Jony.

Queremos agradecer todos (as) que contribuíram direta ou indiretamente para a realização desse evento, muito obrigado ao público presente que pode comprava mais uma vez que o Hip Hop pode ser usado como ferramenta de transformação social, salvando e transformando vidas.

Matéria UnisulTV sobre o evento Hip Hop Pela Paz
  
                                                                            Thiagão


 UnisulTV fazendo matéria do evento
PNM
Tom Calvário e V.Negão 
Batalha Garibaldi 
Premiação Best Trick com Marcinho Rodrigues Presidente 
da Fundação Lagunense de Cultura e Thiagão

Fotos do evento Hip Hop Pela Paz no facebook clique aqui  

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Documentário Mundo da Nóia será lançado em Florianópolis


O Cineclube da Fundação Cultural Badesc encerra a programação de janeiro com a exibição de dois filmes que abordam questões sociais produzidos pela Cia Boanova de Cinema em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA) de Laguna. No dia 31 de janeiro, terça-feira, a partir das 19h, serão apresentados Mundo da Nóia - Por Trás da Pedra a Realidade que Ninguém Vê, com foco no uso de crack, e Redução é a Chibata - uma reflexão sobre a redução da maioridade penal no Brasil, que como o título sugere, aborda a redução da maioridade penal.

O filme Mundo da Nóia foi produzido em Laguna, SC, e traz à tona a problemática do consumo de crack no município, uma reflexão para com a sociedade e o poder público. O documentário apresenta depoimentos de membros de instituições públicas: promotoria, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Conselho Tutelar, mães que tiveram seus filhos assassinados e de dependentes químicos (nóias) que narram como suas vidas se transformaram com o vício. Produção CUFA Laguna em parceria com a Cia Boanova de Cinema.

Redução é a Chibata, trata sobre a redução da maioridade penal no Brasil para 16 anos, projeto que está em pauta no Congresso Nacional e discutido amplamente na sociedade brasileira. O documentário é uma crítica à redução, foi gravado em Florianópolis e em Laguna. Produção Cia Boanova de Cinema em parceria CUFA Laguna.

Após a sessão, haverá debate com a presença do diretor dos filmes Luiz F. F Machado, representante do Conselho Regional de Psicologia 12ª Região e Vinícius Billy Coordenador Geral CUFA Laguna. 

A entrada é gratuita, com distribuição de ingressos a partir das 18h.

Sinopses:

O Mundo da Nóia - por trás da pedra a realidade que ninguém vê

De Vinícius Billy e Luiz F. F. Machado. Brasil. 2016. 36 min. Documentário. Sem classificação.

A o consumo de crack no município de Laguna é o ponto de partida para abordar essa problemática com depoimentos de profissionais, familiares e viciados.

Redução é a Chibata - uma reflexão sobre a redução da maioridade penal no Brasil

De Luiz F. F. Machado. Brasil. 2016. 28 min. Documentário. Sem classificação.

Analisa a possibilidade da redução da maioridade penal, projeto de Emenda Constitucional que tramita no Senado.

Serviço:

O que: Sessão Catarina – exibição dos documentários O Mundo da Nóia e Redução é a Chibata

Quando: 31 de janeiro, terça-feira, a partir das 19h

Local: Fundação Cultural Badesc – Rua Visconde de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis – telefone: (48) 3224-8846

Quanto: Entrada gratuita – distribuição de ingressos a partir das 18h.








segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Visita à Fundação Lagunense de Cultura

Hoje conversei com o novo presidente da Fundação Lagunense de Cultura, apresentei o documentário que produzimos Mundo da Nóia - Por trás da pedra a realidade que ninguém vê que traz à tona a problemática do crack no município e a ação Hip Hop pela PAZ que irá contar com show nacional de Thiagão.

Esperança de novo tempo e ares pra cultura de Laguna muito além do Mar Grosso e Centro, estamos na torcida, precisando pode contar conosco Marcinho Rodrigues.